terça-feira, 7 de setembro de 2010

Medos

Será que estou desenvolvendo a síndrome do pânico?? Eu suo, eu tremo, meu coração acelera... cada vez que alguém vem falar comigo...

Se eu entro numa loja, eu fico me escondendo atrás das araras. Se é pra pedir comida, tipo um cachorro quente ou algo do gênero, eu desisto... compro algo pronto no mercado ou na lojinha de conveniência (tem milhares por aqui).

Acho que o "ouvir" em inglês é pior do que falar em inglês. É um medo bobo, que só vai dificultar meu aprendizado, mas na prática é tão dificil. Só estando aqui pra saber como é. É terrivel não se fazer entender, não conseguir se expressar como deveria. Logo eu que adoro conversar!!

Tirando isto eu to adorando tudo. To muito feliz mesmo, mais do que eu imaginava. Pareço uma criança num parque de diversões, olho tudo admirada! É um sonho se realizando. Só falta mesmo aprender a língua. Mas pra isto eu ainda tenho 9 meses!

Agora, um dos meus maiores medos, MESMO, é atravessar a rua. Como aqui o trânsito é ao contrário (na verdade o sentido de circulação é pela mão esquerda), é bemmmmm diferente do que estamos acostumados no Brasil. Tenho medo de ser atropelada! A qualquer momento pode vir um ônibus ou um carro de um lado que tu nem imagina. Eu cogitei a hipótese de comprar uma bike pro meu transporte, mas definitivamente eu não quero morrer tão jovem, rsrsrs.

Na sexta-feira qdo cheguei desolada em casa por ter baixado o nível do curso, fui ler "Comer, Rezar e Amar", da Elizabeth Gilbert, que eu trouxe do Brasil. Casualmente a parte eu retornei a ler era quando ela chegou na Itália e se matriculou num curso de italiano. Ela disse que antes de fazer o teste pensou que não poderia ficar abaixo do nivel 2, pq ela ja tinha estudado italiano por 6 meses e tal. Feito o teste ela foi pro nível 2, só que chegando na sala ela não entendia bulhufas. Estava muito difícil, seus colegas aparentemente eram fluentes e ela rezava pra que o professor não chamasse ela. Ela nem esperou terminar a aula e no intervalo foi até a direção pra trocar o nível. Comecei a rir por conta da coincidência. Se até uma escritora de best seller tem suas inseguranças, pq eu tb não posso ter as minhas né???

2 comentários:

Rosangela disse...

Oi amiga, deve ser realmente difícil viver num país em que você não domina o idioma. Mas você só vai aprender errando, sendo corrijida, enfim. Não se esconda, nove meses passam muito rápido. Bjs e boa sorte.

Anônimo disse...

ai amiga ...morro de rir das historias que tu conta....as fotos tao indas.o teu sorriso tambem
curte bastante ,dificudades vao aparecer mais nao esquece que tu e gaucha nao desiste nunca...kkkkkkbeijos

Postar um comentário