segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Quem não foi perdeu!

E o Larissa's Festival chegou ao fim!!!! Foram dias e dias de muitas comemorações, mas tudo que é bom dura pouco... Estou satisfeitíssima. O Larissa's Festival logrou êxito e foi um outubro muito feliz! Como já havia dito, na quinta marquei presença no Halloween brasileiro promovido aqui em Brighton. 

Eu, Fernanda, Juana e mais dois turcos fomos juntos e lá encontramos mais um bando de desgarrados loucos pra ouvir maravilhosas canções representativas de nosso país, como "O Créu", "Chora me Liga" ou "Poeira". Mas não adianta! por mais que isto seja um lixo, quando a gente ouve enlouquece! Dá muita risada, canta, sua, dança até o chão!! Havia cochinha e caipirinha pra vender. A coxinha eu dispensei mas tomei uma caipirinha, feita por um inglês, que estava bem meia boca e muiiiito cara diga-se de passagem. Frustrei minhas expectativas de ver gente esquisita aquele dia porque poucos se fantasiaram, e aqueles que o fizeram foram super normais: diabo (a) ou bruxa (o). Apesar de não ter ido a uma festa de Halloween tradicional, amei a festa brazuca! E quando tiver eu vou de novo!

Linda camisa!

Fiz minha colega turca tirar fotos com ela

Algum estrangeiro invejoso meteu a mão na frente

No sábado, eu, Fernanda, o irmão dela e um amigo fomos visitar Shoreham, uma cidadezinha aqui perto que também tem praia. Não tem nada pra fazer lá, mas a cada 100 passos a gente entrava num Pub pros meninos tomarem cerveja.

Shoreham


Shoreham

Domingo, 31, era Halloween. Não fomos a nenhuma festa mas também não poderíamos deixar de presenciar as atividades. Só posso dizer que deu ALOKA na galera aqui! Meu professor já tinha falado que no dia as crianças batiam na porta e faziam uma brincadeira de adivinhação: colocam algo em alguma das mãos, botam elas pra trás e tu tem que acertar em que mão  está o objeto. Se você errar, tem que dar dinheiro ou doce. Quem não tem nenhum ou nem outro, pode levar até um ovo na cara. Ninguém bateu aqui em casa, mas mesmo se batesse eu não ia abrir... Saímos e vimos muitas crianças fantasiadas batendo nas casas. Tão bonitinho... pena que eu não tirei foto. Eu, Juana, e mais outra Maria Fernanda e outra Larissa, que são irmãs e gaúchas, fomos pra um Pub. De repente começamos a ver o desfile de horrores fantasias, das mais variadas. Aqui quase ninguém se veste de bruxa ou diabo, como no Brasil. Aqui tu coloca o que tu quer e o que não quer! As inglesas como sempre são um show a parte. Com sainhas e tops tão curtos que dariam inveja a qualquer piriguete em baile funk no Brasil.  Se bem que ontem elas se vestiram não muito diferente do dia a dia. Basicamente  as pessoas usavam perucas, líquido que imita sangue espalhado pelo corpo, uns chapéus doidos, uns piscas piscas e claro, um big copo de cerveja na mão. O povo que bebe, meu Deus. Posso afirmar que não conheço nenhum brasileiro que beba mais que um inglês. Ja pensei na pessoa mais beberrona que eu tenho contato e de certeza ela perde pra esta gente daqui.
 Falando em beber, não podia ter terminado o Larissa's Festival de forma melhor: sorvendo um delicioso chimarrão preparado pelas minhas amigas gaúchas. Nada melhor pra espantar o frio, nada melhor pra relembrar minhas tradições... Ohh saudade! 


5 comentários:

Ana Paula disse...

Oooooooooooo saudadeeeee! E o Larisa´s Festival então abalou a terra da rainha??? Hahahahahaha. Imagino, gaudéria. Tô vendo que tu ta feliz pacas. Que bom saber que está tudo dando certo! E o english, está indo bem??? Tá speaking muito? Espero que sim, Se tu voltar pra terra do samba quero umas aulas heim??? Mil bjs.

Lene de Costa disse...

Bah, tô ficando tentada mesmo, Fófi. Vou fazer um intensivinho rápido numa escola em buenos aires mês que vem pra testar como tá a minha tolerância ao mundo e se me comporto bem entre estranhos hehehe.Se der certo, começo a pensar bem seriamente em voos mais longos.

rachel zilio disse...

queria ver as inglesas estranhas, pô! porque não tirou foto delas? aqui no brasil inventaram essa de dia das bruxas também, agora a piazada fica passando nos prédios e pedindo doce. eu estava esperando alguém passar lá em casa, mas nada...
beijos!

Lara disse...

Ana, com certeza eu voltarei pra terra do samba. Eu adoro isto aqui, to muito feliz, mas amo muito mais meu pais. Quanto ao ingles, esta evoluindo!

Fofi: que luxo Buenos Aires! Eu adoro! Obvio que tu vai te comportar bem com estranhos e depois nunca mais vai querer parar no mesmo lugar, pode acreditar.

Rachel: poise fiquei sabendo que teve muito mais gente estranha desfilando no dia 31 a tarde, e eu so sai a noite, ai so sobrou o bagaco da laranja, muita gente bebada e tal, preferi continuar tomando meu chimarrao quietinha... Era so o que faltava a piazada pedir doce ai no Brasil... faca-me o favor!!

DAI disse...

Então eu tenho que ir pra essa terrinha ai apreender a beber, rsrsrs
Amore me diverti muito com seu festival, pode ter certeza que viajamos junto com vc. rsrs
Saudades

Postar um comentário